CEFALÉIA CERVICOGÊNICA

Ricardo Bernardino Sena – Fisioterapeuta – Crefito – 18749/F

tecnicas-quiropraxicasCefaléia !!! nem sempre tomar medicamentos fortes que são convenientes , pois você está no sofá de sua sala ,assistindo a sua novela preferida, relaxa-se comodamente e aperta o play da TV e toma o comprimidinho mágico. Que bom não é? Mas o Tiro pode sair pela culatra , ou você pode errar o alvo.

O estudo epidemiológico nacional da enxaqueca estudou mais de 3800 pessoas revelou que a população brasileira tem 15,2% de enxaqueca, 13% de cefaleia tensional e 6,9% de cefaleia crônica diária, segundo estudos da SBCE (Sociedade Brasileira de Cefaléia). Na população a dor de cabeça tensional atinge cerca de 35-60% da população. Realmente descobrir a causa da dor de cabeça nos pacientes torna-se um grande exercício de investigação pois as causas são variadas. Podemos dividir a dor de cabeça em Primária e secundária. As principais primárias são a enxaqueca, cefaleia em salvas cefaleia tensional e crônicas diárias . As cefaléias cervicogênicas (tensionais ) são provocados como o próprio nome está se referindo a causa oriunda da coluna cervical, dentro das mais frequentes estão a “síndrome do nervo de Arnold” que promove dor de cabeça e também dor no pescoço, o Nervo de arnold é o nervo que sai entre C2-C3, que podem ser chamado de Nervo occipital maior. Em casos de haver uma compressão no trajeto deste nervo que poderá ocorrer tanto na saída da coluna cervical, provocado por exemplo por uma artrose, ou mesmo pela contração exagerada do músculo trapézio. Uma outra fonte de dor de cabeça reside no que chamamos de sindrome dolorosa Miofaciais, que são formação de pontos musculares que promovem um excesso de contração das miofibrilas , chamados de Actina e Miosina, que não se relaxam, formando o que chamamos de Trigger Points. Os trigger points são capazes de enviar dor para outras regiões como por exemplo a cabeça.

Pessoas com intensas alterações na postura como por exemplo projeção da cabeça, hipercifose são comumente encontrados e podem apresentar formação de trigger points. Indivíduos que apresentam também hipermobilidade vertebral também são candidatos a desenvolver os trigger points. Pessoas com distúrbios do sono, stress , também podem desenvolver uma cefaleia tensional Cervicogênica.Distúrbios da ATM podem também desencadear dor de cabeça, precisa-se neste caso de uma equipe multi disciplinar para tratamento do caso, portanto o médico, Fisioterapeuta especialista e dentista poderão ser consultados.

Sinais e Sintomas

Nas cefaleias Cervicogênicas , a dor é intensa , a dor piora com os movimentos da cabeça, muitos relatam :- “Dr. “Balança tudo por dentro” ao mover a cabeça. A Dor pode demorar para passar com analgésicos , sendo que muitas vezes o paciente chega a tomar de 2 a 3 comprimidos para melhorar da dor. Fotofobia e outros sintomas simpaticomiméticos podem estar presente como ansia de vômito , mas não é a queixa principal.

Tratamento

Algumas medidas Fisioterapeuticas especiais podem estar presente no tratamento como por exemplo a Terapia Neural nos pontos gatilhos, Fisioterapia Quiropráxica ajustiva coluna cervical e torácica, ajustamentos ou mobilização da ATM se houver comprometimentos; relaxamento da musculatura do pescoço com massagens realizadas pelo Fisioterapeuta, Tração cervical computadorizada se for o caso de artrose cervical ou síndrome compressiva, agulhamento seco e acupuntura podem ser empregados no tratamento.

Pablo Fabrício Flores Dias
Pablo Fabrício Flores Dias
- Membro Titular da SBRTO (Sociedade Brasileira de Reabilitação Traumatológica e Ortopédica); - Especializado no tratamento conservador da Coluna Vertebral; - Especialista em Quiropraxia pelo COFFITO - Registro 003 e pela ANAFIQ - Registro 001, com especialização de 1500 horas. - Formação em Reeducação Postural Global/ FM, Acupuntura Chinesa e Japonesa; - Professor do Pós Graduação de Quiropraxia da Faculdade Inspirar e do Curso de Extensão em Dry Needling; - Bacharel em Fisioterapia pela Universidade Feevale de Novo Hamburgo/RS.