Risco de Ajuste Cervical
18 de dezembro de 2019
Quiropraxia como uma especialidade do Fisioterapeuta
18 de dezembro de 2019

Conceitos Fundamentais em Quiropraxia

Quiropráxia é uma disciplina de cuidados de saúde e como especialidade da fisioterapia, se dedica ao estudo da ciência, arte e filosofia quiropráxica, com foco particular no diagnóstico e no tratamento de disfunções da coluna vertebral. Considera os efeitos do complexo subluxação vertebral e sua relação com o comprometimento funcional do sistema nervoso em relação a todo organismo.  Esta especialidade se dedica ao estudo o funcionamento do sistema nervoso considerando sua interação junto a outros órgãos, tecidos e sistemas. A quiropraxia não é uma técnica e sim uma disciplina de cuidados em saúde, que se dedica a promover a capacidade regenerativa do organismo mediada pelo ideal funcionamento do sistema nervoso e sua homeostasia.

A subluxação quiropráxica ou CSV é um conceito fundamental e indissociável da Quiropraxia como ciência, arte e filosofia, de modo que é impossível fazer Quiropraxia quando não se trata subluxações quiropráxicas, compreendendo-as como interferências ao funcionamento do sistema nervoso e o ajuste é um procedimento primordial a atuação clínica do especialista em quiropraxia.

O Conceito de subluxação Quiropráxica:  Refere de a um complexo de alterações neurobiomecanicas e fisiológicas de aspectos estáticos e dinâmicos, que envolvem a cinesiopatologia articular e ainda extensivo as alterações somáticas, posturais e viscerais, capazes de trazer influência na dinâmica do funcionamento do sistema nervoso e sua capacidade um promover a homeostasia orgânica.

A QUIROPRAXIA NÃO ABANDONA A CIÊNCIA

A ANAFIQ, compreende perfeitamente que a Quiropraxia não abandona a ciência, deve buscar evidências em estudos científicos. No entanto estabelece a crítica sobre a racionalização  convulsiva e cética, que desconsidera o limite entre a ignorância e o alcance atual do saber, boicotando a nascente filosófica do saber e os aspectos qualitativos do conhecimento o que promove uma cegueira significativa para eventos e processos ainda não explicados pela ciência, diante da própria limitação do alcance da mesma. Somente os ignorantes e verdadeiros pseudocientistas, não são capazes de reconhecer que a raiz da epistemologia científica está ligada a filosofia, pois a ciência deriva da metodologia que deriva da lógica que por sua vez deriva da filosofia. A prática baseada em evidências é relevante para a evolução da prática clínica da Quiropraxia, mas é importante lembrar que a prática baseada em evidências, produz erros e contradições em estudos ocasionalmente e apresenta limitações na aplicação clínica literal.

 Formação do Fisioterapeuta Diplomado em Quiropraxia:  A boa formação é que promove a resolutividade clínica e a segurança do tratamento em Quiropraxia. O exercício seguro da prática clínica da Quiorpraxia é essencial para proteção da sociedade e do interesse público. A ANAFIQ atualmente recomenda que o fisioterapeuta graduado obtenha sua formação em Quiropraxia entre 2 a 4 anos e meio de estudos, com carga horária entre 500, 750 a 1500 h e com professores de elevada experiência clínica e de ensino, capazes de transmitir apropriadamente o conhecimento com base em evidências clínicas e científicas. A ANAFIQ, sugere dois níveis de certificação continuados, uma com 750 h e no mínimo dois anos e outra com 1500 h e quatro anos e meio, sempre com comprovação de experiência clínica. Após a formação, para obtenção do título de especialista, o fisioterapeuta necessita realizar uma avaliação através de prova de conhecimentos e prova de títulos.  Fisioterapeutas podem também utilizar técnicas quiropráxicas como recursos fisioterapêuticos, sendo neste caso recomendada a formação mínima de 100 h. Não cabe a estes profissionais o uso da titulação de especialista ou mesmo de Fisioterapeuta Quiropraxista, pois a formação neste caso direciona ao emprego apenas de algumas técnicas como recurso terapêutico da Fisioterapia. (IFOMT D5K13).

Área de atuação e subespecialidades

Atua em clínicas especializadas, consultórios, hospitais, ambulatórios, academias e clubes desportivos. Após a diplomação básica em quiropraxia de no mínimo dois anos, é recomendado ao fisioterapeuta quiropraxista o aprofundamento do estudo em áreas específicas, conhecidas como subespecialidades. A quiropraxia, atende adultos, jovens, crianças e idosos, com diferentes modalidades de procedimentos manuais. Além da radiologia quiropráxica, também se especializa no atendimento em ortopedia, da mulher gestante e em distúrbios neurológicos, sempre com o uso de equipamentos e instrumentos bastante apropriados para a prática clínica e após anos de estudos. Na área desportiva a quiropraxia ganha destaque internacional principalmente nos jogos olímpicos.

Perfil do especialista em Quiropraxia

Trata-se de um profissional extremamente dedicado ao estudo da coluna vertebral, com uma abordagem neurobiomecanica , realizando o diagnóstico e o tratamento de distúrbios musculoesqueléticos. Hábil ao realizar consultas e procedimentos musculoesqueléticos de forma rápida, objetiva, com grande destreza, embasamento fisiopatológico e conhecimento de exames complementares, principalmente de imagem.

 

Quiropraxia: Métodos e Técnicas

“Quiropraxia não manipula, Quiropraxia ajusta”, “Quiropraxia não é só ajuste, mas ajuste é uma parte fundamental da Quiropraxia”

  1. D. Palmer x  Hugh Logan D.C.