chiro2Quem é o Fisioterapêuta Quiropraxista?

O Fisioterapeuta Quiropraxista é um profissional que utiliza os recursos quiropráticos na avaliação, no diagnóstico cinesiológico-funcional, no tratamento e na prevenção das desordens mecânicas.

A quiropraxia atua procurando justamente liberar o fluxo de informações neurológicas através de manipulações e de mobilizações articulares. O objetivo principal é manter e promover o equilíbrio entre a estrutura do sistema músculo – esquelético e a função, coordenada principalmente pelo sistema nervoso, isso tudo por meio de ajustes e/ou manipulações, principalmente da coluna vertebral. Diversas outras técnicas e/ou recursos fisioterapêuticos podem ser agregados à Fisioterapia Quiropráxica, potencializando ainda mais os resultados. Isso faz do Fisioterapeuta um profissional altamente qualificado para tratar as mais diversas afecções neuro-músculo-esquelético. O conceito da quiropraxia é fundamentado na embriologia diferenciada que esquematicamente informa que, após a fecundação e principalmente a partir do estágio de mórula, um grupo de células se diferenciam e passam a comandar as demais; este grupo “tronco” dará origem ao sistema nervoso que comandará a formação dos demais tecidos e órgãos. Assim, também esquematicamente, é o sistema nervoso que controla todas as funções do organismo. A quiropraxia atua procurando justamente liberar o fluxo de informações neurológicas através de manipulações e de mobilizações articulares. A ênfase na articulação é porque, a probabilidade de uma interferência no fluxo de informações neurológicas é muito maior na articulação do que em outra região, porque é nela que ocorre um aumento na dimensão dos tecidos ósseos, a presença de outros tecidos duros (ligamentos e tendões) além do próprio movimento. Em conseqüência, a possibilidade de se ter uma irritação ou compressão produzindo um pinçamento nervoso é maior na articulação. A recuperação da normalidade dinâmica é portanto o objetivo maior da quiropraxia como técnica. Como consequência deve-se esperar uma remição de todos os componentes envolvidos no “complexo de subluxação”: cinesiopatologicos, miopatológicos, bioquímicos, histológicos e finalmente os neuropatofisiologicos.Embora seja benéfica para o corpo como um todo, costuma ser indicada, entre outros, para alterações do sistema neuro-músculos-esqueléticos, particularmente para quem apresenta distúrbios posturais, lombalgia, cervicalgia, artrite, artrose e doenças ocupacionais. Étambém muito indicada na área esportiva, na recuperação de atletas. Para acelerar seus resultados, os fisioterapeutas podem associar técnicas de conscientização corporal e em determinados casos, recursos da eletroterapia para que se promova o bem-estar e uma qualidade de vida melhor para o paciente atendido.

Fisioterapia Quiropráxica, Osteopática e Manipulativa

Considerando a importância da coluna vertebral como vital órgão que se comporta como um “estojo ósseo” para o sistema nervoso central, de onde a cada junção vertebral, dá origem a raízes nervosas , que formam os nervos distribuídos pelo corpo, controlando vários órgãos e  mesmo a ação dos músculos que mantém por ação estática  a postura corporal. Por ação dinâmica nossos movimentos corporais e a locomoção. As técnicas quiropráxicas, osteopáticas e manipulativas são úteis considerando as premissas acima citadas, pois através de “micro” correções no alinhamento e na posição das vértebras pode-se tratar o complexo subluxação quiroprática, que se caracteriza em discretos deslocamentos viciosos que ocorrem ao longo da espinha vertebral.  Este tipo de tratamento poderá tratar  subluxações ou bloqueios articulares ou seja, pequenos desalinhamentos ou desarrangos na posição das vértebras movéis da coluna vertebral, através de precisos “ajustamentos” auxiliando na liberação do movimento articular ou no controle da dor através da descompressão de estruturas. A subluxação pode provocar diminuição de movimento para uma lateralidade corporal em determinados segmentos, devido a posicionamentos inadequados das peças articulares sobre as estruturas e componentes  articulares que propriamente garante  a estabilidade e o conforto fisiológico para cinética nos eixos apropriados de movimentos previstos para aquela articulação. Estruturas anatômicas como facetas, cartilagens, discos, ligamentos, que em suma promovem a correta estabilização, encaixe e suporte para a biomecânica destes movimentos. Como entre cada espaço vertebral há a saída de raízes nervosas, esta anormalia cinesiopatológica pode acarretar em processos dolorosos,  e disfunções no sistema nervoso periférico, causando neurites como a ciatalgia, uma vez que as raízes lombares e sacrais que formam o nervo ciático podem ser comprimidas, pelo complexo subluxação ou mesmo por uma protrusão discal.

As subluxações, como uma expressão magnificada do bloqueio articular, assim juntamente com os desequilíbrios das cadeias  musculares, provocam défcits na amplitude de movimento que ficam cada vez mais perceptíveis clinicamente, gerando degeneração articular vertebral precoce (artrose) e prejudicando de forma cada vez mais notória nossa atividade desportiva, do trabalho e da vida do dia a dia que diminui nossa eficiência energética  incluindo nossos  desempenhos, resultados e metas, pois irá gerar maior estresse mecânico não só articular como muscular. É importante salientar sobre as limitações no resultado da aplicação desta técnica e que somente a aplicação das  técnica quiropráticas, não trará benefícios corretivos globais para a postura pois não interfere suficientemente sobre outros tecidos que determinam o “satus quo” postural de um paciente, como o tecido muscular e o tecido conjuntivo.

Pablo Fabrício Flores Dias
Pablo Fabrício Flores Dias
- Membro Titular da SBRTO (Sociedade Brasileira de Reabilitação Traumatológica e Ortopédica); - Especializado no tratamento conservador da Coluna Vertebral; - Especialista em Quiropraxia pelo COFFITO - Registro 003 e pela ANAFIQ - Registro 001, com especialização de 1500 horas. - Formação em Reeducação Postural Global/ FM, Acupuntura Chinesa e Japonesa; - Professor do Pós Graduação de Quiropraxia da Faculdade Inspirar e do Curso de Extensão em Dry Needling; - Bacharel em Fisioterapia pela Universidade Feevale de Novo Hamburgo/RS.