Complexo de Subluxação Quiropráxica
23 de maio de 2016

Termoscan na Fisioterapia Quiropráxica com o Método Gonstead

Dr. Pablo Dias – Fisioterapeuta especialista em Quiropraxia

O Termoscan é um método útil  para ajudar a localizar onde existem subluxações na coluna vertebral   de um paciente.  Isto é feito através da medição da temperado em cada lado da coluna vertebral.

Uma flutuação de temperatura de lado a lado é um indicador de que o sistema nervoso não está a funcionar igualmente de cada lado e por conseguinte há  distribuição de cargas  assimétricas  coluna, devido a alteração biomecânica típica de CSV (Complexo Subluxação Vertebral). Outras feramentas são empregadas para diagnosticar a subluxação, por exemplo, podemos analizar  o equilíbrio muscular através de EMG ( Eletro Miografia deSuperfície). A avaliação através do moving palpation, raio-x espinográfico,  amplitude de movimento e análise postural podem nos ajudar a encontrar padrões subluxação na coluna vertebral e proporcionar um tratamento mais rápido, seguro e eficaz.

No dia 09 de fevereiro, Dr. Alessandro Viterbo esteve em visita técnica em Novo Hamburgo – RS na SOGAB acompanhado pelo  Dr. Pablo Dias. Nesta oportunidade foram realizados estudos em conjunto na área de diagnóstico do Complexo Subluxação Quiropráxica,  correlacionando a abordagem diagnóstica pelo  Termoscan, Radiologia, Derifield Thompson Leg Check Analisys, Sacral Leg Check, terapêutica através do método Gonstead e ajustes diversificados utilizando o Knee Chest.

termo1

No paciente acima, do sexo masculino, empresário  com 51 anos foi  realizada a análise através do Termoscan que demonstrou alterações  de desequilíbrio térmico na coluna torácica, mais  alterada de em T12, mas também demonstrando  alterações em  T 11, nas vértebras lombares, L1 e L2 . Todos os desequilíbrios à esquerda.  No  end feel mobilization  paciente manifestou bloqueio em C1 no lado esquerdo. Também paciente manifestou no exame físico inferoridade interna do ilíaco (PI IN). A listagem de Ilíaco  PI-IN, foi comprovada no Derifield Leg Check.

termo2Após a avaliação a  terapêutica empregada foi diretamente aplicada para correção  das subluxações vertebrais  observadas no Termoscan e na semiologia quiropráxica.  O método quiropráxico escolhido para o atendimento do paciente foi o de Gonstead.

Foram realizados ajustes em C1, T12 e ilíaco somente.  O ajuste de  T12 foi realizado no Knee Chest Table  e  os ajustes de C1 e ilíaco foram realizados na Drop Table de Thompson sem o uso do Drop.

Imediatamente após as três  correções  o paciente foi submetido novamente a leitura do Termoscan, no mesmo posicionamento da análise inicial (sentado).

A  leitura gráfica foi  imediatamente comparada a  leitura inicial previamente gravada e demonstrou plena normalização  do gráfico de disfunção termica  após a intervenção do método Gonstead comparado ao apresentado  inicialmente pelo paciente antes da intervenção.

A técnica de Gonstead com apenas três ajustes precisos com alta velocidade e baixa amplitude ou  TAVBA ( HLVA- Hight Velocity Low Amplitude Trust) demonstra ser uma das técnicas mais eficazes na correção específica de subluxações vertebrais, promovendo uma abordagem segura, rápida  e com  “imput ” sensorial mais comedido sobre o funcionamento do sistema nervoso evitando o excesso de estímulo reflexo e o desconforto com o paciente.

termo3Na presente visita técnica foram atendidos quatro  pacientes em conjunto,  sendo dois casos de lombalgia um caso de entorse de tornozelo e um de lesão supra espinhal.

O Termoscan é uma ferramenta especialmente útil quando se avalia a coluna das crianças, e mais especialmente com crianças não-verbais que não podem comunicar seus sintomas. As medições podem ser salvas e comparadas no Follow Up de acompanhamento clínico do consultório de Fisioterapia Quiropráxica. O termoscan deve ser utilizado em associação com avaliação e exame físico do paciente, também associado com métodos radiológicos como a espinografia.

Pablo Fabrício Flores Dias
Pablo Fabrício Flores Dias
- Membro Titular da SBRTO (Sociedade Brasileira de Reabilitação Traumatológica e Ortopédica); - Especializado no tratamento conservador da Coluna Vertebral; - Especialista em Quiropraxia pelo COFFITO - Registro 003 e pela ANAFIQ - Registro 001, com especialização de 1500 horas. - Formação em Reeducação Postural Global/ FM, Acupuntura Chinesa e Japonesa; - Professor do Pós Graduação de Quiropraxia da Faculdade Inspirar e do Curso de Extensão em Dry Needling; - Bacharel em Fisioterapia pela Universidade Feevale de Novo Hamburgo/RS.